cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing Dissertation Writing service Buy Dissertation Online Cheap dissertation writing Cheap dissertation writing cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap essay writing Essay Writing Service cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap dissertation writing cheap dissertation writing service cheap dissertation writing service cheap essay writing service cheap dissertation writing cheap dissertation writing cheap essay writing service cheap dissertation writing service cheap essay writing cheap essay writing service cheap essay writing cheap essay writing ATIVIDADES FÍSICAS, ACADEMIA E VIDA SAUDÁVEL: A EXPERIÊNCIA DO DECON | Departamento de Economia
 

ATIVIDADES FÍSICAS, ACADEMIA E VIDA SAUDÁVEL: A EXPERIÊNCIA DO DECON

Português, Brasil

Afirmar que o exercício físico aumenta a qualidade de vida, prolonga a expectativa de longevidade, melhora o bem-estar psicológico, entre outros benefícios, tem sido recorrente nos dias atuais. Impõe novos hábitos com impactos diretos na economia a partir do incremento na indústria e comércio de equipamentos apropriados, produção de vestuário, construção civil, oferta de serviços como personal trainer, alimentos saudáveis e muitas outras inovações. Essas mudanças se refletem também nas instituições que se preocupam com o bem estar do trabalhador e com os impactos que uma vida saudável pode causar à sua produtividade no trabalho.  

Nesse contexto,  as Professoras Poema Souza (DECON-UFRPE) e Andrea Melo (UFPE) têm se dedicado a uma nova linha de pesquisa para conhecer  como  a prática regular de exercícios físicos e de esportes melhoram a produtividade do trabalho, o que, em tese,  resulta em maiores salários no Brasil. Para tanto, utilizam-se de dados disponibilizados pelo Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística (IBGE) para todo o território brasileiro.

Os resultados preliminares dessa pesquisa serão apresentados na 58ª edição da ERSA: “Lugares para as pessoas: regiões inovadoras, inclusivas e habitáveis”, que acontecerá de 28 a 31 de agosto de 2018, em Cork, na Irlanda.  As pesquisadoras destacam que,  segundo dados da Organização Mundial de Saúde, “o aumento do sedentarismo é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. Isso pode explicar o aumento de obesidade, doenças coronarianas e diabetes, e, consequentemente,  porque um trabalhador sedentário apresenta menor produtividade incorrendo no recebimento de menores salários.”

Diante desse cenário, a UFRPE vem  desenvolvendo programas de práticas desportistas, a exemplo do projeto de extensão Saúde do Servidor, coordenado pelo Prof. Sérgio Cahú, do DEFIS. Para tanto, o Departamento  dispõe de uma Academia onde são oferecidos treinos aeróbicos e de musculação. À cada 3 meses os participantes do projeto, servidores da Universidade, são submetidos a  uma avaliação física cujos dados são utilizados para acompanhamento e avaliação das variáveis dos exercícios.  

Alguns docentes do DECON,  adeptos dessas práticas, participam da Academia de Musculação, é o caso da Profª Poema Andrade, diretora do Departamento, que desde o seu ingresso na UFRPE tem demonstrado afinidade com as atividades físicas, despontando na 1ª Corrida e Caminhada comemorativa dos 105 anos da UFRPE, participa ativamente das atividades desenvolvidas pela Academia de Musculação,  em paralelo às atividades de ensino, pesquisa e à gestão do Departamento de Economia, sempre com propostas inovadoras que resultam na integração da equipe. O Prof. Moisés Cavalcanti, supervisor da área de Economia, é outro que começa a trilhar os caminhos para uma vida saudável.

Na experiência individual, o Prof. Tales Vital retornou das férias com a conquista de quatro  medalhas no 61º Campeonato Brasileiro de Masters de Natação realizado em Natal (RN), nos dias 05 e 06 de abril. Essa prática, segundo informações do professor-atleta, se traduz em motivação para investir nas atividades de ensino, na graduação em economia e na pós-graduação em Administração e Desenvolvimento Rural, e como orientador de alunos dos dois cursos. Paralelamente, além da  produção de relatórios e artigos sobre pesquisas já encerradas, sobra ânimo para investir em um novo projeto de pesquisa sobre a Avicultura de Postura no Estado de Pernambuco com foco nas estratégias comerciais de grandes empresas, em parceria com pesquisadores do Departamento de Zootecnia.

O envolvimento nessas atividades cria a figura do professor-pesquisador-gestor-desportista, e, futuramente, pode sugerir novas linhas de pesquisa para saber se o desenvolvimento dessas práticas concorre  para o bom desempenho dos docentes, além de motivar o engajamento de outros grupos .